Como estuda Fora do Brasil

Primeiro. – Aprovar a segunda lista provisória que foi analisada pela Comissão de Seleção em 14 de março de 2017, que está estruturada nos seguintes anexos:

I) Os pedidos a conceder, os indicados por um asterisco, incluem os casos que requerem correção e que estão inseridos no Anexo III.

II) Com os pedidos a negar, os pedidos de bolsa propostos são negados por incumprimento dos requisitos econômicos e / ou acadêmicos indicados no mesmo, de modo que, no prazo de dez dias úteis a contar do dia Na sequência da publicação no Diário Oficial das Ilhas Canárias, os interessados apresentam os argumentos que consideram adequados, acompanhados dos documentos em que se baseiam.

III) Com os pedidos a serem corrigidos, que descreve a falta ou os defeitos a que o remédio está condicionado, a concessão efetiva da outorga proposta a ser concedida, caindo na parte de seus candidatos certos que não remeteram a tempo. Conseqüentemente, eles terão o direito de receber a modalidade de bolsa de estudos que lhes corresponderia, com a documentação necessária para este tipo de bolsa, de acordo com os termos da convocação.

Fies

Segundo.- Solicitar a publicação desta Resolução no Diário Oficial das Ilhas Canárias, nos quadros de avisos das bolsas de estudos das universidades públicas das ilhas Canárias e na web:

https://twitter.com/tcluizflag/status/894616518545346564, no local: Universidades> Bolsas de estudo e bolsas> Estudos universitários> Bolsas de estudos universitários, curso 2016-2017, para fins de processamento de sinistros legalmente estabelecido.

Contra esse ato de procedimento, não há recurso em processos administrativos, podendo reclamar sua oposição, nos termos previstos no artigo 112 da Lei 39/2015, de 1 de outubro, do Procedimento Administrativo Comum de Administrações Públicas. Santa Cruz de Tenerife, 16 de março de 2017.- O Diretor Geral de Universidades, Ciro Gutiérrez Ascanio.

Conheça mais sobre o Intercambio

Examinou o procedimento iniciado pela Direção-Geral das Universidades referente à convocação de bolsas para a realização de estudos universitários no ano lectivo 2016/2017 e de acordo com o seguinte

Fies 2018. Por despacho do Hon. Honorável Conselheiro de Educação, Universidades e Sustentabilidade, datado de 31 de julho de 2014 (BOC 155, de 12 de agosto de 2014), foram aprovadas as bases reguladoras dos pedidos de bolsas de estudo, com validade indefinida. a realização de estudos universitários.

Segundo. Por despacho do Hon. Sra. Ministro da Educação e Universidades, datada de 12 de agosto de 2016 (BOC 168, de 31 de agosto de 2016), foram concedidas bolsas de estudo para estudos universitários no ano lectivo de 2016/2017, por meio de processamento antecipado.

Terceiro.- Por Resolução nº 73934, de 2 de dezembro de 2016, o Diretor Geral de Universidades é nomeado o Comitê de Seleção das bolsas de estudo para a realização de estudos universitários no ano lectivo de 2016/2017.

Faça sua inscrição

Quarto – Reunião, o referido Comitê de Seleção, em 16 de dezembro de 2016, apresentou uma proposta de resolução dos pedidos de bolsa, de acordo com o registro no processo.

Quinta. – A primeira lista provisória que foi analisada pelo Comitê de Seleção mencionado acima, está estruturada nos seguintes anexos:

I) Os pedidos a serem concedidos, indicados por um asterisco, os casos que exigem correção e que estão inseridos no Anexo III.

II) Com os pedidos a negar, com a descrição do motivo da negação de acordo com a base da chamada.

III) Com aplicativos que não acompanham a documentação de suporte exigida pelas bases de validade indefinida e requerem correção.